A Arte de Escrever: Como Estruturar Meus Títulos [Dicas]

0 Flares 0 Flares ×

O título é um fator on page muito importante na arte de escrever um artigo para internet, tanto na parte semântica, quanto como composição estrutural. É através dele que o futuro leitor entrará em contato pela primeira vez com seu trabalho.  Assim como você acabou de fazer com o meu.

Nesse artigo você vai aprender sobre:

Um título deve funcionar como o doce que vemos na vitrina da doceira. É lindo, sedutor, apetitoso, faz a gente imaginar o sabor e o prazer que vamos sentir na primeira mordida. – Zeca Martins

arte de escrever - vitrine-doce-seo-seed-rank

Como Zeca Martins escreve em seu livro Redação Publicitária, O título deve deve trazer o ímpeto para que o leitor tenha vontade de ir mais a diante e ‘devorar’ seus textos. “Despertar o desejo de quero mais”.

Contudo, antes de partirmos diretamente para a construção de títulos magnéticos (que será vista em futuros artigos), é importante dissecar e conhecer os diferentes tipos de título em sua ‘anatomia’.

Titulo de trabalho

O título de trabalho serve como uma bússola, te ajudando a não se perder na selva de pensamentos selvagens de sua cabeça. Sempre que você vai escrever um texto – principalmente textos longos – é muito fácil se desviar do intuito original. Então ele deve ser a primeira coisa a ser feita antes de digitar a primeira linha.

Vamos começar com um exemplo. Suponhamos que você esteja argumentando: ‘Bruce Wayne é a máscara do Batman’, ou algo parecido. Este é o seu título de trabalho. Ele não precisa ser bonito ou soar bem, sua única finalidade é: sempre te lembrar sobre o que está escrevendo. Para não correr o risco de desviar do assunto principal (e acredite, isso acontece).

Ele não precisará ir a público; é coisa sua.

Tag Title, uma grande aliada

A tag title é uma porção de código invisível aos leitores, porém utilizada por navegadores como dica sobre o que aquela aba se trata. Ela dá nome à aba e não dever ser esquecida, pois é uma peça primordial em sua estratégia SEO.

<html>
    <head>
        <title>Odeio Figado Acebolado</title>
    </head>
<body>

Apesar de serem necessários conhecimentos em HTML para poder manipulá-la diretamente, nem todos os produtores de conteúdo o possuem. Contudo, não é necessário se preocupar. O WordPress configura automaticamente essa tag assim que você publica ou visualiza o post.

A importância desse título é muito alta, pois, como dito antes, se trata da primeira coisa que os leitores vão ver ao entrar em contato com seu artigo. Ele será utilizado pelo Google em suas páginas de resultado e em compartilhamentos em redes sociais.

Em resumo, a função desse título é captar a atenção do leitor para que clique e leia seu artigo. O número de caracteres deve ser calculado para que não ultrapasse os limites de exibição das plataformas e, ainda assim, seja atraente. Procure manter esse título abaixo de 60 caracteres, pois acima disso costuma ser cortado.

arte de escrever - url incompleta seoseed rank

Perceba os três pontos no final do título. A informação está incompleta

60 caracteres está longe de ser um número exato, pois as plataformas (Google, Facebook, Twitter) estão sempre alterando suas definições e fazendo novos testes, porém é uma margem segura.

Assim:

Ter seu título incompleto na busca pode soar como algo que trará uma má experiência para o usuário, desta forma, é bom não bom arriscar.

O título da URL deve ser amigável

“O título amigável”. Mas que língua é essa que estou falando? ‘Internetês’, ora! URL (Uniform Resource Locator) é o nome técnico para o conteúdo que vai na barra de endereços do navegador (browser). Em resumo: É o link para seu artigo.

E o que significa ‘ser amigável’?

Bem, vou te mostrar um exemplo do que não é:

Viu que assustador?

Uma URL amigável significa: apresentar seu link de uma forma inteligível, que possa facilmente ser lida por visitantes em potencial e robôs indexadores. Agregando, desta forma, significado e ajudando o Google entender do que trata seu conteúdo e possivelmente sugerir-lo.

arte de escrever - titulos-url-amigavel-seo-seed-rank

Por felicidade, o WordPress já faz esse trabalho de maneira automática, deixando para você apenas a tarefa criativa. Assim, sua parte é sintetizar o tema de seu texto em uma frase curta, criando uma URL consistente.

Sua URL não tem a necessidade de ser exatamente igual ao título que aparece no Google (aquele inserido na tag title), contudo, deve-se manter a mesma essência.

Título oficial do artigo

Este título será aquela primeira linha que virá acima de seu texto, a famosa tag H1. E, diferente da tag title, não possui limitações de caracteres, podendo ser usado de maneira livre e criativa (não abuse). Aqui também vale o que foi dito sobre o título URL: o importante é que se mantenha a essência do título que trouxe o leitor até seu site.

Yoast SEO facilitando sua vida

Felizmente o, sempre citado, plugin Yoast SEO mais uma vez te ajuda com tudo isso de forma bem simples, tanto com os títulos que aparecerão nas páginas de pesquisa, quanto os que serão impressos nas redes sociais.

Lembra quando citei a tag title? Pois é, o Yoast possui áreas reservadas onde você pode criar títulos especialmente confeccionados para: metatag description, Facebook e Twitter. Isso dá a você a possibilidade para criar um título para ser compartilhado – e que respeita limitações de caracteres – e outro para ser exibido quando o leitor abrir seu artigo.

arte de escrever - titulos-exemplo-titulos-yoast-seo-seed-rank

As barras logo abaixo dos campos de título possuem cores que indicam o uso ideal do número de caracteres: laranja, insuficiente; verde, perfeito; vermelho, acima do limite permitido

Subtítulos – facilitando a vida do leitor

Subtítulos são divisões que fragmentam o texto em porções menores e mais facilmente compreensíveis.

Um texto subdividido em intertítulos torna-se visualmente mais organizado e tem sua escaneabilidade melhorada. Desta maneira é possível introduzir e categorizar as diferentes seções do artigo, facilitando a tarefa para quem procura uma informação isolada. Assim, a leitura fica mais fluida e focada.

Em HTML, subtítulos são representados pelas tags: H2, H3, H4, H5, H6. Elas simbolizam hierarquicamente o nível de importância que cada cabeçalho possui em seu texto. A tag H1, por exemplo, possui a hierarquia mais elevada e é utilizada como o cabeçalho da página, aquele que representa um vislumbre de todo o texto.

“Mas eu preciso dominar todas esses códigos?”

Seguramente não, porém é sempre interessante entender um pouco de HTML para não ficar tateando no escuro e perdendo tempo com problemas que lhe tomariam poucos minutos para resolver. Conhecimento nunca é demais.

Mesmo assim, independente de conhecer a semântica do HTML ou não,  ao definir no WordPress o nível de cabeçalho, você está implicitamente utilizando essas tags, pois o processador de texto mantém esses códigos fora de sua vista. Mas Se tiver curiosidade, pode clicar na ‘aba texto’ que ele mostra como seus escritos são apresentados em formato de ‘código puro’.

arte de escrever - titulos-wp-aba-html-seo-seed-rank


Conclusão

Um bom artigo necessita não só de boa composição gramatical e coesão; necessita também de uma estética agradável que encoraje o leitor a seguir a passear por seus tópicos e decidir aplicar seu tempo.

Um texto bem escrito pode acabar não sendo lido se você apresentá-lo de maneira desconfortável. Lembra-se do nosso post onde também falamos sobre leitores com baixa capacidade de atenção ou pressa? Pois é, apegue-se à esta realidade: O leitor de internet não gosta de ter seu tempo tomado.

Se você se interessar por mais literatura sobre composição de texto, recomendo o já citado Redação Publicitária (Elsevier Editora Ltda) e também O Design da Escrita (Ateliê Editorial).

Gostou deste artigo ou tem alguma crítica? Deixe um comentário aqui em baixo. Compartilhe em suas redes sociais e fique por dentro dos próximos artigos da série.

Obrigado e tudo de bom sempre.

 

Conteúdo VIP

Campos marcados com * são requeridos

Se você gostou desse artigo e quer ficar por dentro de nossas novas postagens, deixe seu endereço no formulário abaixo!

Matane!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Danilo Matos

Danilo Matos é Consultor de Marketing Digital, Desenvolvedor Web e Produtor de House Music pelo grupo @TheMadMonkz Saiba mais aqui

Você pode gostar...

Back To Top
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×